O que meu bebê entende sobre o que acontece ao seu redor?

meuspaismeentendem

Você já parou para pensar sobre O que o seu bebê realmente entendendo sobre suas interações, estímulos e situações que acontecem ao seu redor?

Ou sobre Como as atitudes e comportamentos vivênciados na infância definem a compreensão da criança sobre suas experiências futuras?

Se não, acho que está na hora de ponderar sobre este assunto.

Um estudo conduzido pela psicóloga Stella Lourenco da Universidade de Emory descobriu que bebês humanos são capazes de solucionar problemas dedutivos antes dos 10 meses de vida! 

Isso significa que, mesmo enquanto muito pequenos, bebês aprendem com situações e interações mesmo sem se quer tendo as vivenciado. Suas aprendizagens destas experiências são baseadas somente através da observação de seu ambiente e das pessoas nele. 


Acredito não precisar reforçar o quanto esta descoberta impacta como nós deveríamos alterar nossos conceitos sobre as capacidades e habilidades dos bebês... Né não?

Pois isso reforça o quanto temos que nos responsabilizar pelas experiências que proporcionamos para eles desde o primeiro dia de vida.

Até a pouco tempo atrás, acreditava-se que este marco só era alcançado após o quarto ou quinto ano! Ou seja, esta novidade deve nos incentivar a buscar mudanças especialmente quando o assunto é a educação infantil nos primeiros 3 anos de vida.


Todo mundo sabe que os bebês aprendem rapidamente, como pequenas esponjas e que absorvem quantidades incríveis de conhecimento. Esse estudo nos diz sobre como os seres humanos aprendem. Se você pode raciocinar dedutivamente, você pode fazer generalizações sem ter que experimentar o mundo diretamente. Esta capacidade é uma ferramenta crucial para fazer sentido das relações sociais em torno de nós e talvez das interações complexas e não-sociais.
— Stella Lourenco

Outra conclusão do estudo foi que esta capacidade possibilita que os bebês compreendam muito cedo a importância da hierarquia social* que é primordial por questões evolutivas.

* Neste caso quando falamos sobre hierarquia social, estamos nos referindo a comportamentos que incluem gestos, falas, expectativas culturais, autoridade, agressão, solução de problemas, entre outros comportamentos que moldam a forma que crianças navegam seus relacionamentos e experiências sociais. 


com o passar dos anos nosso conhecimento sobre o desenvolvimento infantil evolui e Isso nos deixa com a responsabilidade ainda maior de buscar soluções para buscar novas maneiras para contribuir com o abandono de crenças que atrasam as futuras gerações de alcançar seu verdadeiro potencial.


Agora você pode estar se questionando como você poderia fazer exatamente isso... como potencializar este marco em seu desenvolvimento?

Por isso listei abaixo algumas dicas que irão te ajudar imensamente a nutrir ainda mais estas habilidades.

  • Esteja consciente de que seu comportamento (e o das pessoas ao seu redor) independente da idades têm reflexos a longo prazo em seu entendimento sobre as relações sociais, solução de problemas, gerenciamento de emoções, entre outros;
  • Crie um ambiente que desafie, de forma saudável e realista, as capacidades e habilidades da criança;
  • Estude sobre o desenvolvimento e proporcione experiências quais a criança está pronta para administrar de acordo com sua idade e grau de entendimento. Isso inclui limitar conteúdos audio visuais que não são recomendados para a idade do seu filho;
  • Aceite a realidade de que a sociedade ensina (mesmo quando nós escolhemos não ensinar), por isso se rodeie de pessoas e entidades que defendem os valores que você gostaria de passar adiante;
  • Compreenda que a criança também está em uma posição de nos ensinar (independente da idade), por isso observe atentamente seu comportamento e adeque sua abordagem de forma apropriada.

Entender o processo de aprendizagem infantil é um presente impagável que nos permite continuar evoluindo como cuidadores!

Para acessar o estudo clique aqui.

E para você que gostaria de ajudar mais pessoas a se encantarem pela infância compartilhe este post e faça sua parte.